quarta-feira, 21 de setembro de 2011

MENINA NINA

Era uma menina,
Que pulava corda,
Dançava roda
Soltava balão



Que nas noites de lua
Corria pra rua
Pés descalços ao chão
E nas festas juninas
Dançava ciranda
Forró e baião
Tinha olhos castanhos
Cabelos compridos
E sorriso em flor

Era Rosa, Amélia
Maria, Camélia
Era Ana e Dasdô
E ao som das cantigas
Sorria pra vida
De um jeito especial
E cantava
E dançava
E vivia sem pressa Num mundo só seu.

5 comentários:

Ana Coeli Ribeiro disse...

"Q ue nas noites de lua corria na rua..." Que bonito a lembrança da infância com delicada poesia. parabéns!
Luz
Ana Coeli

Miriam de Sales Oliveira disse...

Belas lembranças,doces,calorosas.
Amei os versos. bjs

Thalita disse...

Poesia graciosa como a infância. Parabéns! Até me senti mais leve. Um beijo!

Adorei o plano de fundo daqui, bem legal!

Camila Alves disse...

Lindo tempo que não volta... Amei tua poesia !
Um bom 2012 pra você!

Michael Meneses/Parayba Records disse...

Muito bacana, uma tradução pura como uma infancia rica em bons momentos!

Abraços